Série ao Fundo

Do outside para o inside da sua casa

John John pode atrapalhar brasileiros no Pipe Masters!

No novo episódio do SAF Responde, Edinho Leite e Tiago Brant analisam o impacto das voltas de John John Florence e Kelly Slater no Pipe Masters 2018. Para Edinho, ao mesmo tempo em que a presença dos campeões mundiais glorifica a conquista, também deixa mais complicado o caminho para os concorrentes ao título mundial (Gabriel  Medina, Julian Wilson e Filipe Toledo).

Além disso, a dupla comenta o dia clássico em Honolua Bay que culminou no sétimo título mundial de Stephanie Gilmore, colocando-a definitivamente entre as melhores esportistas de todos os tempos. Diante de uma evidente evolução no surfe feminino, um internauta questiona o porquê das mulheres não competirem no Pipe Masters, uma vez que elas vêm dominando picos extremos como Mavericks, Nazaré e Jaws. 

Aliás, o Jaws Challenge que rolou em condições extremas em Peahi também foi tema do programa. Solta o play e comece a remar, porque vem Série ao Fundo!

Pulseira anti-tubarão funciona? Tem VAR no surf?

No novo episódio do SAF Responde, Renan Rocha, Edinho Leite e Tiago Brant foram interpelados com as seguintes questões:

As pulseiras que prometem afastar tubarões funcionam 100%?

No surfe existe algo parecido com o recurso do vídeo adicionado recentemente ao futebol (VAR) e fez tanto sucesso na Copa do Mundo?

Se Andy Irons ainda estivesse entre nós, estaria competindo em alto nível, a ponto de fazer frente a Filipe Toledo, Gabriel Medina e John John Florence?

E quais foram as vitórias mais marcantes de Renan Rocha e Edinho Leite quando ainda eram competidores?

Você pergunta, o SAF Responde! 

CT favorece os regulares? Surf de base trocada é o futuro?

Enquanto aguarda pela etapa de J-Bay, o trio do Série ao Fundo se reuniu mais uma vez para responder as sempre oportunas perguntas dos internautas. 

Neste novo episódio do SAF Responde, Renan, Edinho e Tiago falaram sobre a grande quantidade de direitas no tour e opinaram se isso favorece ou não os surfistas regulares. Também explicaram porque o surfe de backside pode receber avaliações diferentes dos juízes dependendo da onda. 

Outra pergunta que gerou boa reflexão questionou se o surfe de switch stance (base trocada) vai ser incorporado nas competições e valorizada pelos juízes. 

Além disso, o trio contou com a ajuda do top Michael Rodrigues para explicar como o vento influencia na execução das manobras aéreas. 

De novo Mikey Wright?! Kelly Slater está mesmo machucado?

O Série ao Fundo não foge das perguntas mais polêmicas do surfe atual! E neste episódio do SAF Responde, os internautas colocaram o dedo na ferida: por que o Mikey Wright está sempre sendo convidado para as etapas do CT? 

Para Edinho Leite, os convites ao caçula da família Wright tem regras confusas e um fator político envolvido. Já Renan Rocha não tem dúvidas de que trata-se de uma tentativa clara de forjar o novo grande ídolo australiano. Depois da aposentadoria de Mick Fanning, a lacuna de ídolo ozzie acabou não sendo devidamente preenchida nem por Julian Wilson e nem por Matt Wilkinson. 

Outra questão que confundiu um pouco o público do surfe foi a ida de Kelly Slater para Fiji, onde surfou um swell histórico na companhia de alguns dos maiores big riders do planeta. Isso aconteceu logo depois de Slater abrir mão de competir em Keramas, alegando continuar machucado e sem condições de disputar contra os surfistas da elite.

Edinho e Renan também falram sobre a piscina de ondas que será construída em Garopaba e revelaram qual será a próxima série original do SAF. Se liga!

Duas etapas no Brasil em 2020 e a piscina do Texas

O novo episódio do SAF Responde está recheado! E começa com a informação surpreendente de que o Brasil pode receber duas etapas do CT em 2020.

O trio do Série ao Fundo também comenta sobre a piscina de ondas do Texas, que na opinião de Renan Rocha é a que apresenta a melhor tecnologia até agora, gerando ondas mais imprevisíveis, com junções e seções que possibilitam maior variedade de manobras. Edinho, Tiago e Renan aproveitam para refletir sobre a não utilização da piscina nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

E respondendo as perguntas da audiência internacional do SAF, o trio conversa com espectadores que pegam onda nos Emirados Árabes, Noruega e Alemanha! 

Tainá Hinckel: a surfista mais jovem na Founders Cup

Tainá Hinckel é a quinta integrante do time brasileiro no primeiro campeonato entre nações realizado no Surf Ranch (piscina de ondas Kelly Slater). A competição histórica tem formato inovador e colocará as maiores potências do surf frente a frente.

O Time Brasil é composto por Gabriel Medina, Filipe Toledo, Adriano de Souza, Silvana Lima e Tainá Hinckel.

Já o time australiano terá Stephanie Gilmore, Mick Fanning, Joel Pakinson, Matt Wilkinson e Tyler Wright. Confira as outras 3 equipes abaixo:

Time USA - Kelly Slater, John John Florence, Kolohe Andino, Carissa Moore e Lakey Peterson.

Time Europa - Johanne Defay, Jordy Smith, Leonardo Fioravanti, Jeremy Flores e Frankie Harrer.

Time Mundo - Jordy Smith, Michel Bourez, Kanoa Igarashi, Paige Bianca Buitendag.

Mudança ao Fundo! O que achamos do novo calendário da WSL

Nosso trio comenta as novidades no calendário do circuito de elite da WSL para 2018.

A piscina de ondas de Kelly Slater é a nova sede da etapa californiana. E as direitas tubulares e performáticas de Queramas entram no lugar das esquerdas de Fiji.

Ainda nesse episódio, Edinho, Renan e Tiago revelam quais são seus picos favoritos mundo afora e relembram pranchas mágicas que tiveram no passado.

O julgamento no surf é subjetivo?

Quais os critérios usados pelos juízes no surf? Tem subjetividade no julgamento? Edinho Leite, Renan Rocha e Tiago Brant respondem isso e muito mais neste episódio!

Mais: - John John Florence já superou Andy Irons? - Quais surfistas brasileiros já se classificaram para o WCT até agora? - O trio de apresentadores do Série ao Fundo são os mesmos que fazem a transmissão da ESPN?

SAF Responde - DÁ PRA VIVER DE SURFE?

Quem nunca sonhou com um escritório pé na areia e assistindo os melhores do surfe na água? 

A boa notícia é que dá pra ter essa vida. 

A ruim é que ela dá um trabalho...

Renan, Tiago e Edinho explicam tudo o que você precisa saber sobre VIVER DE SOL E ÁGUA SALGADA

Tiago Brant e Renan Rocha falam sobre algumas profissões que podem se relacionar com o surf. Como nosso trio se conheceu? E o Série ao Fundo vai estar no Havaí?

Yago Dora responde

Yago Dora conversa com o Série ao Fundo sobre as polêmicas de julgamento, a inspiração em Filipe Toledo e como espera se adaptar ao surfe da elite em 2018.

Yago Dora está prestes a enfrentar o grande desafio de disputar o CT no ano que vem. Em entrevista exclusiva ao Série ao Fundo, o surfista abriu o jogo sobre suas influências no surfe, o que pensa da piscina de ondas de Kelly e a rivalidade entre brasileiros e estrangeiros.

Respondendo as perguntas dos internautas, Yago confessou que é "bem ruim de lidar com crowd" e que dropa "sem pensar no que fazer" na onda.

O estilo do surfista que nasceu em Curitiba, mas mora em Santa Catarina, é constantemente comparado ao de Craig Anderson. Mas Yago tem personalidade e curte a imprevisibilidade das manobras. Confessou que sua etapa favorita do circuito é Fiji e que tem medo de Pipeline, mas não vê a hora de competir no Havaí.