Série ao Fundo

Do outside para o inside da sua casa

Italo dá show na Indonésia e convence! A virada de Mikey Wright não...

Italo Ferreira foi absoluto. Dominou as direitas de Keramas com um backside afiado e arisco, emendando manobras com extrema fluidez e criatividade. Ligado no 220v, o brasileiro espancou as valas perfeitas de Keramas e chegou a encaixar 9 "bolachadas" numa mesma onda, enquanto a maioria dos surfistas executava uma média de 4 manobras por onda. Foi levado ao pódio no trono dourado e mal podia se conter de tanta energia. Os tops que se cuidem, porque parece que o potiguar está pegando gosto por esse negócio de vencer.

Com a vitória incontestável, Italo volta a vestir a lycra amarela, reservada ao líder do circuito. Filipe Toledo segue na segunda posição, a frente de Julian Wilson que não foi longe em Keramas. O bicampeão mundial John John passa mais uma etapa em branco, sem conseguir um bom resultado e comprometendo bastante as possibilidades de título mundial.

O evento na Indonésia também foi marcado por uma polêmica: a virada de Mikey Wright para cima de William Cardoso nos últimos segundos da bateria das quartas-de-final. Muitos torcedores e personalidades do mundo do surfe questionaram a diferença das notas dadas para os dois surfistas. Para Edinho Leite, o erro de julgamento não aconteceu apenas na comparação das duas últimas ondas, mas também quando se avalia a primeira nota a entrar no somatório de William, que para Edi deveria ter sido a melhor da bateria.