Série ao Fundo

Do outside para o inside da sua casa

Qual prancha levar para uma surftrip?

Está com viagem marcada para surfar ondas fortes, com tamanho e tubulares? Pretende viajar para a Indonésia, Hawaii, Tahiti ou Noronha? Qual prancha levar para aquela surftrip dos sonhos? Edinho Leite te ajuda a responder essa pergunta neste episódio do Quíver Mágico.

O modelo em destaque é a prancha DHD SWEET SPOT 2.0, ideal e versátil para viagens, usada e aprovada por Stephanie Gilmore e Mick Fanning em ondas com muita pressão.

Primeiramente é preciso destacar alguns atributos importantes que sua prancha deve apresentar para garantir bom desempenho em ondas grandes, fortes e tubulares:

1) Boa Remada: para entrar rapidamente na onda e encontrar o melhor posicionamento no drop.

2) Controle: segurança nas curvas é imprescindível para não tomar as vacas da vida.

3) Velocidade: para sair dos tubos mais profundos e atacar as sessões com potência.

Além do double concave na área da rabeta a configuração de quilhas permite que o surfista utilize a prancha tanto no formato triquilha quanto no formato quadrilha garantindo ainda mais velocidade para a sair daqueles tubos mais profundos.

Mas, se você está pensando em surfar naquele pico de ondas menores, onde o mar nem sempre está épico e em condições perfeitas, uma boa pedida pode ser o modelo DHD XRS.

Chamada também de maroleira ou merrequeira, essa prancha reúne os atributos para que o surfista se divirta naqueles dias de ondas pequenas ou mexidas. Possui mais volume que uma prancha normal, proporcionando boa flutuação e facilidade na remada para entrar nas ondas.

Além disso, a largura extra e o rocker bem reto, ajudam o surf em ondas mais cheias e fracas até para surfistas maiores e mais pesados. Recomenda-se encomendar esse modelo de prancha de surf com 2 polegadas menor que a sua prancha do dia a dia.

Para facilitar na aceleração, a DHD XRS tem bastante largura na rabeta e e um double concave no fundo que vai do bico até a rabeta. Seu outline também se mantém largo durante toda a prancha, perfeito para passar por seções flat da onda e se manter surfando mesmo quando a onda perde força. O modelo ainda permite que o surfista opte por usar três ou quatro quilhas.

O vídeo detalha duas pranchas de surf para perfis e ondas diferentes e mostra como características de volume, fundo, rabeta e laminação podem influenciar na performance do surfista na onda. As pranchas DHD são desenvolvidas pelo shaper australiano Darren Handley e utilizada por alguns dos surfistas top do circuito mundial como Mick Fanning, Owen Wright, Stephanie Gilmore e Malia Manuel.

As pranchas apresentadas neste programa estão à disposição na Star Point de Moema e sob consulta (encomenda) nas demais lojas da rede. (http://starpointonline.com.br/)

Star Point Moema - Av. Iraí, 224 - Moema, São Paulo - SP, 04076-000

Telefone: (11) 5561-1504

Medidas das pranchas usadas no vídeo:

DHD Sweet Spot 2.0 - 6'2 x 19 5/8 x 2 3/8 - 31 L

DHD XRS - 5'10 x 21 x 2 9/16 - 35.5 L