Série ao Fundo

Do outside para o inside da sua casa

TBT: Guilherme Herdy

Sabe aquele dia que a saudade bate? Muita gente chama de Throwback Thrusday ou #TBT . No surfe é quase isso: apresentamos o nosso #TBT - Throw Back on TOUR

Setembro de 2002, San Clemente, Califórnia. Ondas de 6 a 8 pés e condições jamais vistas em Trestles. O mesmo já não pode se dizer do nosso Guilherme Herdy, que levava o Brasil para sua segunda semifinal em Trestles. Em 2000, ele tinha feito a semi também. Porém, este ano tinha um gosto especial.

 Guilherme Herdy competiu por 10 anos seguidos

Guilherme Herdy competiu por 10 anos seguidos

Após se recuperar de um tímpano estourado,  o niteroiense fez bonito e foi batendo todos os aussies…até chegar em Michael Campbell.

Neste evento, Campbell estava insano. Fez a melhor nota do campeonato (9.8) contra o - até então - campeão da etapa, Mick Fanning, e nas quartas e deixou pra trás o número 3 do mundo. Depois de eliminar Peterson Rosa e Teco Padartz, o australiano foi pra final com o experiente Luke Egan e perdeu. Ainda deu pra ver a bandeira brasileira tremulando na terceira posição - a mesma do 6x campeão, Kelly Slater. Que privilégio hein, Herdy?

 O niteroiense fez quatro semis e duas finais. 

O niteroiense fez quatro semis e duas finais. 

Apesar do bom resultado em Trestles, 2002 foi um ano difícil pro surfe brasileiro na elite. Tempos diferentes, mas que deixam claro que, se estiver valendo algo, estaremos sempre entre os primeiros.