Série ao Fundo

Do outside para o inside da sua casa

Se Kelly é 11...Trestles é 10!

Bom, como você pode ver aqui, a história de Trestles se confunde com a história do surfe. Pensando nisso, escalamos os 10 capítulos mais incríveis da praia militar mais relax do mundo:

1. Sutherland Pro, 1977: o primeiro campeonato naquela praia foi vencido por um havaiano. E foi Michael Ho quem abriu a sequência de surfistas lendários naquelas ondas.

2. Voa, Fletcher: o que Filipe Toledo e companhia fazem hoje é resultado daquilo que Christian Fletcher começou. Em 1989, ele venceu o Body Glove soltando air reverses.

3. A mística Kelly: ninguém conseguiu marcar seu nome em Trestles como Kelly Slater. Ali ele é um sucesso de longa data. Em 1990, ele ganhava o primeiro título como profissional.

4. Coisa de minuto: Taj Burrow já comemorava a vitória sobre Kelly quando, a 1m07seg do final, o 11 vezes campeão teve seu momento Harry Potter e saiu da água com 9,27 - suficiente para garantir o tri da etapa (hoje ele tem cinco títulos em Trestles) e, de quebra, o eneacampeonato. Memorável, incrível e alucinante!

5. US$ 100.000 : Os surfistas ganhavam, no máximo, 40 mil dólares por evento conquistado. Em 2009, quando a Hurley entrou como patrocinadora do evento, este prêmio pulou pra casa dos 100 mil dólares. Mick Fanning agradeceu, colocou as verdinhas na mala e foi comemorar na Austrália

6. Mulher na rampa: com 13 anos de atraso, a WSL fez mudanças no primeiro campeonato sob seu comando. A mais memorável delas é o surfe feminino de elite com uma etapa na onda de melhor desempenho do CT. 

7. Sempre ela: No mesmo anoStephanie Gilmore retribuiu a escolha da WSL com um repertório variado, até chegar ao perfeito 10 na primeira final feminina em Trestles. 

8. Show nos ares: Lakey Peterson deixou claro que o lugar das mulheres era ali e, logo de cara, lançou um air reverse. 

9. Harry Slater: ele é uma mistura de mago e surfista. Um cara tão a frente de seu tempo que criou uma manobra fora da avaliação dos juízes. Magia pura! 

10. Pendurou a lycra: em 2015, Fred Patacchia se aposentou de forma surpreendente e impressionante. Entrou na onda pra tirar um 10 perfeito e saiu para os braços da família.